priante_com_liderancas

Fortalecer a presença e a atuação do MDB nos 19 municípios da região do Tapajós e do Baixo Amazonas. Foi com esse objetivo que o deputado federal José Priante e o presidente estadual do MDB, Hélder Barbalho, reuniram terça-feira (27), em Santarém, dirigentes dos diretórios emedebistas nos municípios do Oeste do Pará.

Para alcançar esse objetivo, os dirigentes dos diretórios municipais foram orientados a intensificar as atividades partidárias em seus municípios, divulgando as bandeiras, as conquistas e as propostas do MDB para retomar o desenvolvimento econômico e social do Pará.

Na reunião, Priante fez um balanço dos benefícios que ele e Hélder levaram para a região, a exemplo da construção do Projeto Orla de Santarém, cidade que completou 357 anos. Os dois líderes do MDB visitaram as obras da orla junto com o prefeito Nélio Aguiar, o ex-prefeito Lira Maia e o vereador Antônio Rocha, presidente da Câmara Municipal. Após a visita, houve o encontro das lideranças municipais do MDB.

“Nós não estamos trazendo recursos apenas para obras em Santarém, nós atuamos em todos os municípios do Tapajós e do Baixo Amazonas”, enfatizou Priante. “Mas, certamente, uma obra realizada em Santarém sempre terá efeito positivo para todos os demais municípios. Afinal, o que é bom para Santarém é bom também para toda a região”.

Já Hélder Barbalho, que é pré-candidato ao Governo do Pará, lembrou que quando foi ministro dos Portos e da Integração, procurou levar recursos para obras em todas as regiões do estado, beneficiando, inclusive, municípios cujos prefeitos pertencem a outros partidos. “Sou do MDB, mas meu trabalho não tem coloração partidária, porque acima dos partidos está o Pará”, ressaltou.

O encontro reuniu dirigentes do MDB nos municípios de Alenquer, Almeirim, Belterra, Curuá, Faro, Juruti, Mojuí dos Campos, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Prainha, Santarém, Terra Santa, Aveiro, Itaituba, Novo Progresso, Rurópolis e Trairão.

 

Projeto Orla      

O Projeto Orla foi idealizado pelo então prefeito Lira Maia depois que uma enchente destruiu o cais que protegia a cidade. Lira recorreu ao deputado Priante, que conseguiu os recursos para que o projeto fosse iniciado. A primeira etapa foi concluída em 2001, quando Santarém ganhou a nova orla, obra que mudaria o comportamento dos habitantes da cidade. “Todo mundo passou a frequentar a orla”, lembra Maia.

O projeto teve continuidade na administração da prefeita Maria do Carmo, que também contou com a ajuda de Priante para tocar a obra. Mas o projeto seria interrompido na gestão do prefeito Alexandre Von, que recusou a ajuda oferecida por Priante para dar continuidade às obras da orla.

O atual prefeito Nélio Aguiar decidiu retomar o projeto e também recorreu ao deputado Priante. O parlamentar encaminhou o projeto ao então ministro da Integração, Hélder Barbalho, que destinou R$ 75 milhões para a última etapa do Projeto Orla.

A obra compreende a construção de 1.600 metros de via asfaltada, com calçadão, estacionamento, pontos de lazer, iluminação e arborização.

“Será a orla mais linda de toda a Amazônia”, garantiu o prefeito ao visitar o local com a comitiva do MDB. “Sem dúvida”, completou Priante. “É muito gratificante olhar pelo retrovisor e ver quase finalizada essa obra que eu ajudei a construir desde o começo, trazendo os recursos”.

 

Cadastre-se  aqui

Gostou deste conteúdo? Faça um comentário!

avatar
Fechar Menu